Tuesday, October 18, 2005

CARTA SOBRE TOMAZ BASTOS - ONG TRANSPARÊNCIA

Exmo. Sr.
Fernando Neves
Presidente
Comissão de Ética Pública
Presidência da República

São Paulo, 4 de agosto de 2005

Prezado senhor presidente:

Serve a presente para solicitar da Comissão de Ética Pública que examine a situação descrita na seqüência.

Conforme noticiado pela imprensa, o ministro da Justiça, sr. Márcio Thomaz Bastos, teria intermediado junto ao procurador-geral da República audiência com o sr. Delúbio Soares, indivíduo suspeito de corrupção que se encontra sob investigação de diversos organismos. Ainda de acordo com a imprensa, teria o sr. Bastos justificado tal intermediação sob o argumento de que manteria relações de amizade com o sr. Arnaldo Malheiros Filho, à época advogado do referido indivíduo.

Ora, conforme enxergo, as situações de conflito de interesse, que são objeto das atividades da Comissão presidida por V. Excia., apresentam-se nas circunstâncias que afetam o sr. Bastos.

Assim sendo, gostaria de solicitar que a Comissão de Ética Pública se debruce sobre a questão.

Receba, por favor, meus cordiais cumprimentos.

Claudio Weber Abramo
Diretor executivo São Paulo, 4 de agosto de 2005